quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

A situação atual da teoria macroeconômica

Referências bibliográficas sobre o status da teoria macroeconômica atual:
References
Andrew, E. (2008). "Greenspan Concedes Error on Regulation." The New York Times. October 23, 2008. Buchanan, J. (2009). "Economists Have No Clothes." Perspectives in Moral Science, ed. M. Baurmann & B. Lahno, 2009, pp. 151–156.Download PDF
Bernanke, B. (2004). "The Great Moderation." Meetings of the Eastern Economic Association, February 20, 2004.Download PDF Blanchard, O. (2008). "The State of Macro." MIT Department of Economics Working Paper No. 08-12. August 2008.
Boettke, P. (1997). "Where Did Economics Go Wrong? Modern Economics as a Flight from Reality." Critical Review. Vol. 11. No. 1. 1997.Download PDF
Colander, D., et al. (2009). "The Financial Crisis and the Systemic Failure of Academic Economics." University of Copenhagen Dept. of Economics Discussion Paper No. 09-03.
Colvin, G. (2010). "Cut or Spend out of a Recession: Who is Right?" Fortune Magazine. November 2, 2010.
Gustavson, M. (2010). "What Austrian Economics Can Tell Us about the Crisis." Sound Money. April 28, 2010.
Kay, J. (2010). "Economics may be dismal, but it is not a science." Financial Times. April 14, 2010.
Hazlitt, H. (1959). The Failure of the "New Economics": An Analysis of the Keynesian Fallacies. Princeton: D. Van Nostrand.
Krugman, P. (2009). "How Did Economists Get It So Wrong?" The New York Times. September 6, 2010.
Lucas, R. (2003). "Macroeconomics Priorities." 2003 Presidential Address, American Economic Association. January 10, 2003. Download PDF
Mises, L. (1962). The Ultimate Foundations of Economic Science: An Essay on Method. Princeton, N.J.: D. Van Nostrand.
Solow, R. (2010). "Building a Science of Economics for the Real World." House Committee on Science and Technology, July 20, 2010.Download PDF
Taylor, J. (2009). "How Government Created the Financial Crisis." The Wall Street Journal, February 9, 2010.Download PDF
Thornton, M. (2004), "Who Predicted the Bubble? Who Predicted the Crash?" The Independent Review. v. IX, n. 1, Summer 2004, pp. 5–30. Download PDF

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Notas & Faltas Macro III

Veja a sua nota no sistema.
Verifique.
Caso tem dúvidas mande mail:
antonymueller@gmail.com

domingo, 19 de dezembro de 2010

Despedida do imperador Lula I

A campanha publicitária de "despedida" do presidente Lula da Presidência custou R$ 20 milhões. Com um novo slogan "Estamos vivendo o Brasil de todos", a propaganda em rádio, TV, jornais e revistas fala sobre o crescimento econômico dos últimos anos e ressalta números sobre redução da desigualdade social.
Leia mais

O "novo" Brasil é como o velho

Documentos bancários obtidos com exclusividade pelo Estado revelam o desvio do dinheiro público do Orçamento supostamente investido em shows e eventos culturais. A movimentação bancária integral da RC Assessoria e Marketing, empresa em nome de laranjas, mostra que parte do dinheiro liberado a partir das emendas dos parlamentares foi desviada para a conta pessoal de dirigentes dos institutos fantasmas. O que sobrou foi sacado na boca do caixa em dinheiro vivo, uma estratégia que dificulta a fiscalização sobre o uso e o destino final do dinheiro.
Leia mais

Consumo nordestino

Pela primeira vez, o Nordeste ultrapassou o Centro-Oeste no financiamento ao consumo. O aumento do crédito à pessoa física deixou a região atrás apenas de Sudeste e Sul neste ranking.
Leia mais

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Dicas para o trabalho

Trabalho Macro 3
"A Política Monetária do Brasil na Atualidade"
ou
"A Política Fiscal do Brasil na Atualidada"

3-5 pp. com titulo, nome, e-mail, disciplina, e bibliografia das fontes
1. Apresentar o tema resp. a tese no sentido de qual problema o trabalho vai tratar
2. Base teórica (o modelo ou modelos de aplicar)
3. Base empírica (estatísticas, definições dos variáveis, fontes)
4. Análise ("cortar" o problema em 3 - 5 aspectos)
5. Conclusão (resultado)

Avaliação: Qualidade de apresentação (estrutura lógica e dedática, linguagem exacta), qualidade da argumentação (verbal, matemáticamente, graficamente, estatísticamente), e qualidade da conclusão (não confundir com "resumo")

Novas estatísticas: os PIBs dos municipios brasileiros

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Programação

Prova 3 - 9/12 17:00 DID 4
Aberto para as duas turmas do Macro III
Encontro 9/12  19:00 Admin 1 Escritório com mais uma preparção da prova 3
Encontro 10/12 17:00 Admin 1 Escritório com opção de fazer prova 3
Entrega do trabalho: até 17/12 Dept. de Economia e como e-mail: antonymueller@yahoo.com
Quem faz prova pode só melhorar o seu conceito com o trabalho.
Quando o trabalho serve para avaliação 3 conta como nota regular.
Recursos:  http://continentaleconomics.com/files/Macro_III_Pol_tica_Econ_mica_2010.2.pdf

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

O estado dos Estados Unidos

Veja o data show sobre a situação econômica dos Estado Unidos: 
http://continentaleconomics.com/files/US_2010.12_Data.pdf
Veja também: 
http://continentaleconomics.com/AulasOnlineCrisesDepressoes.html

Jefe do banco central dos Estados Unidos defende sua política monetária

Veja Ben Bernanke, presidento do banco central americano, explicando a política monetária do Federal Reserve System. Note come ele se concentra sobre a meta de reduzir a taxa de desemprego (quase 10 por centos) e defende a política de estimuli visando os riscos da deflação e da armadilha de liquidez. Note também que o problema de sua política monetária é a produção de "incerteza multiplicativa" porque sua política provoca "regime uncertainty".
http://www.youtube.com/watch?v=LxSv2rnBGA8&feature=player_embedded

Programação

Prova 3 - 9/12 17:00 DID 4
Encontro 9/12  19:00 Admin 1 Escritório
Encontro 10/12 17:00 Admin 1 Escritório
Entrega do trabalho: até 17/12 Dept. de Economia e como e-mail: antonymueller@yahoo.com
Recursos:  http://continentaleconomics.com/files/Macro_III_Pol_tica_Econ_mica_2010.2.pdf

domingo, 5 de dezembro de 2010

Custos de estudos - a crise da dívida educacional

Kelli Space, 23, graduated from Northeastern University in 2009 with a bachelor's in sociology — and a whopping $200,000 in student loan debt. Space, who lives with her parents and works full-time, put up a Web site called TwoHundredThou.com soliciting donations to help meet her debt obligation, which is $891 a month. That number jumps to $1,600 next November...
Space is just one example — albeit an extreme one — of a student loan bubble that may be about to burst. Over the last decade, private lenders, abetted by college financial aid offices, eagerly handed young people hundreds of thousands of dollars to earn bachelor's degrees. As a result of easy credit, declining grants and soaring tuitions, more than two-thirds of students graduated with debt in 2008 — up from 45 percent in 1993. The average debt load is $24,000, according to the Project on Student Debt.
In some respects, the student loan crisis looks remarkably like the subprime mortgage crisis. First, outstanding student loan debt has ballooned: It grew roughly four-fold in the last decade to $833 billion as of June — surpassing outstanding credit-card debt for the first time.
Secondly, defaults have soared amid a difficult job market. In 2008, the most recent year for which data are available, nearly 3.4 million borrowers began repayment, and more than 238,000 defaulted on their loans. The number of loans that went into forbearance or deferment (when borrowers receive temporary relief from payments) rose to 22 percent in 2007, from 10 percent a decade earlier, according to The Chronicle of Higher Education. Over a 15-year period, default rates range from 20 percent for federal loans to 40 percent on loans to students who attend for-profit schools, The Chronicle found.
Leia mais