terça-feira, 31 de agosto de 2010

O "capitalismo" americano, o "comunismo" chinês e o "socialismo" brasileiro

Um em seis Americanos recebe suporte de uns dos varios programas contra a pobreza, incluindo "food stamps", quais hoje inclui 40 milhões pessoas;
Mais de 50 milhões Americanos estão no programa "Medicaid" - o programa de pagar os custos de saúde para os pobre; O progama "Medicare" vai explodir com o aumento dos velhos nas próximas décadas.
a maior empresa do mundo é o militar Americano;
a industria de automóveis nos Estdos Unidos é praticamente estadizado, igual como o setor financeiro.

Note que estas observações estão tendências recentes. A prognóstica das consequências é obvia. O governo Americano fala "capalismo" é pratica socialismo. Os Chineses falam "comunismo" é praticam capitalismo quase puro. O governo brasileiro anuncia "socialismo" e pratica livre mercado.


More than 50 million Americans are on Medicaid, the federal-state program aimed principally at the poor, a survey of state data by USA TODAY shows. That's up at least 17% since the recession began in December 2007…
USA Today, 
"... More than 40 million people get food stamps, an increase of nearly 50% during the economic downturn, according to government data through May. The program has grown steadily for three years…
Close to 10 million receive unemployment insurance, nearly four times the number from 2007. Benefits have been extended by Congress eight times beyond the basic 26-week program, enabling the long-term unemployed to get up to 99 weeks of benefits. Caseloads peaked at nearly 12 million in January —…
More than 4.4 million people are on welfare, an 18% increase during the recession…
As caseloads for all the programs have soared, so have costs. The federal price tag for Medicaid has jumped 36% in two years, to $273 billion. Jobless benefits have soared from $43 billion to $160 billion. The food stamps program has risen 80%, to $70 billion. Welfare is up 24%, to $22 billion. Taken together, they cost more than Medicare.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Crescimento econômico

Podcasts e mais recursos
- Crescimento econômico na perspectiva histórica
- Crescimento econômico - capital e trabalho
- Acumulação de capital - o papel da poupança
- Determinantes e definições do crescimento econômico
- A regra de ouro do crescimento econômico
- Progresso tecnológico e crescimento econômico
- Crescimento Econômico - Revisão
- Crescimento Econômico Fórmulas básicas
- Crescimento Econômico: Introdução
- Determinantes Macroeconômicos do Crescimento Econômico
- Inovação, Capital e Empreendorismo
- Crescimento Econômico no Contexto Macroeconômico
- Crescimento Econômico Resumo
http://continentaleconomics.com/AulasOnlineCrescimentoEconomico.html

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Mueller on youtube

http://www.youtube.com/watch?v=9gUGfR4b_ew
sobre a política de "estimular" a economia com mais gastos -- e das tristes consequências de estas políticas.

Aspectos monetários da "economia nova"

http://books.google.com.br/books?id=x-FQrKrjgcYC&pg=PA249&lpg=PA249&dq=%22Antony+P.+Mueller%22&source=bl&ots=e5oUqciG_B&sig=B4sEWc3X5x17J1dNTdX-HHoRxZ0&hl=pt-BR&ei=RyN3TIrZHIL88Ab348WNBw&sa=X&oi=book_result&ct=result&resnum=10&ved=0CEcQ6AEwCQ#v=onepage&q=%22Antony%20P.%20Mueller%22&f=false

Brasil - um gigante agricultural

Idade de aposentaria na Europa

I

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Macro III

Primeira parte: Crescimento econômico, cápítulos 10, 11, 12, 13 do livro de Blanchard "Macroeconomia"
Macroeconomia, Traducao da 2 Edicao Americana, Teoria e Politica Economica (Edicao Especial)

Mais edições:
Macroeconomia
MACROECONOMIA 4ED
Edições em espanhol

Pack Macroeconomia - Teoria y Politica Con Aplicacion En America Latina (Spanish Edition)

Recursos para Macro III

Materiais para Crescimento Econômico:
http://continentaleconomics.com/AulasOnlineCrescimentoEconomico.html
Crescimento econômico -Formulas básicas

Política keynesiana não está funcionando

-- Initial claims for unemployment benefits surged to 500,000 in mid-August, a level more typical of a recession than a recovery. The bad news confirmed what conservative economists have been saying for some time: The biggest Keynesian stimulus in U.S. history was a bust. --
Leia mais
Backgrounder: The Stimulus Scam Mises Daily: Friday, March 12, 2010 by Antony P. Mueller
Em espanhol: El timo del estimulo

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Os melhores países do mundo seguinte Newsweek

Veja esta mapa interativa:
http://www.newsweek.com/content/newsweek/2010/08/15/interactive-infographic-of-the-worlds-best-countries.html
veja também a lista das melhores cidades do mundo seguinte Mercer Ranking
Mercer's City Ranking Tables

City Country Rating
1 Vienna Austria 108.6
2 Zurich Switzerland 108
3 Geneva Switzerland 107.9
4 Vancouver Canada 107.4
Auckland New Zealand 107.4
6 Düsseldorf Germany 107.2
7 Frankfurt Germany 107
Munich Germany 107
9 Bern Switzerland 106.5
10 Sydney Australia 106.3
Fonte

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

A medicina de Keynes (vs. Hayek)

1. A medicina do Dr. Keynes:
The overweight gentleman sauntered across the street, where he found the office of Dr. Keynes. He told the new doctor about his acute chest pain and lack of appetite, and complained about the previous doctor’s “heartless” prescription. After a cursory examination, Dr. Keynes rendered his diagnosis: the patient’s condition did not stem from the fact that his gigantic frame was causing undo strain on his heart; instead, the doctor concluded, the patient’s chest pain was merely causing a temporary lack of hunger. Furthermore, Dr. Keynes argued, the stress of cutting weight at the present time would certainly prove detrimental to the man’s already weak heart. Therefore, his prescription was for the 500lb man to each as much as possible, as quickly as possible. Anything less might cause the man to suffer a heart attack, he noted. Now the doctor did concede that, at some point in the distant future, it might be a good idea for the man to shed a few pounds. But for the present, the most important thing to do would be to consume as much as he could stomach.
The patient left Dr. Keynes’ office with a broad smile. After gorging at an all-you-can-eat buffet, he momentarily forgot about his chest pain. It looked like he had found his solution; except, a week later, he died.
2. A medicina do Dr. Hayek
A morbidly obese gentleman labored into Dr. Hayek’s office suffering from severe chest pain. The patient also complained that he was unable to consume his usual 10,000 calorie-per-day diet; in fact, he was feeling so sick that he could barely scarf down 9,000 calories. He plead that his love for food remained as strong as ever, but his body just wasn’t keeping up with his demands.
After having a thorough look at the patient, the good doctor could not find anything wrong outside of the patient’s extreme portliness. After a moment of reflection, he delivered to his patient a troubling diagnosis. He explained that the chest pain stemmed from the strain the patient’s 500lb body was putting on his heart, and that the lack of appetite was his body’s attempt to protect itself from this imbalance. Dr. Hayek’s prescription was simple: the patient had to dramatically reduce his consumption while undertaking a moderate exercise program, with the goal of losing 250lbs as quickly and safely as possible. Dr. Hayek was aware that it would be a physically painful and emotionally difficult process for the man, but it was the only way to avert a life of suffering – or even a heart attack.
Leia mais
Veja Rap no youtube sobre Keynes e Hayek

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Ementa Macro III

ANÁLISE MACROECONÕMICA III
Prof. Dr. Antony P. Mueller – UFS – e-mail: antonymueller@yahoo.com
EMENTA:
Teorias do crescimento econômico. Crises econômicas, monetárias e financeiras.
Política fiscal e monetária e suas limitações. Distribuição de renda e patrimônio.
Análise de problemas macroeconômicas da atualidade. Debates da macroeconomia.
AVALIAÇÂO:
Três provas, um trabalho opcional, participação na aula, freqüência de presença nas aulas.
METODO:
1. Método: expositivo-dialógico
2. Procedimentos didáticos:
- Apresentações
- Estudos dirigidos em sala de aula
- Apresentação de trabalhos de pesquisa e reflexão
- Exercícios analíticos
- Leituras reflexivas
- Analise de exemplos
- Discussão de temas de atualidade
TEMAS das aulas
1. Modelos macroeconômicos – revisão
2. Crescimento econômico – Contextualização
3. Análise estatística do crescimento econômico
4. Poupança e investimentos
5. Acumulação de capital
6. Progresso tecnológico
7. Progresso tecnológico, salário e emprego
8. Depressões e crises
9. Hiperinflação – Deflação
10. Produção de dinheiro e senhoriagem
11. Conceitos da política monetária (regra de Taylor
12. Limites da política fiscal
13. A macroeconomia em debate
14. Atualidade macroeconômica global
15. Atualidade macroeconômica do Brasil
BIBLIOGRAFIA BÁSICA
Livro de texto padrão:
Olivier Blanchard: Macroeconomia. Pearson Education do Brasil. 4ª edição 2007
Cap.: 10-13; 22-23; 24-27
N. Gregory Mankiw: Macroeconomia. Editora LTC. 1998
Cap. 4, 6,12,18
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
Ackley, Gardner (1978). Teoria Macroeconômica. São Paulo, Pioneira
Dornbusch, R & Fischer,S. (1991). Macroeconomia. São Paulo, Makron/McGraw-Hill
Leite, José Alfredo A. (1994). Macroeconomia.. São Paulo, Atlas
Shapiro, Edward (1976). Análise Macroeconômica. São Paulo, Atlas
Sachs, Jefrey D. & Larrain, B.Felipe (1995).Macroeconomia. Rio de Janeiro,Makron Books
Simonsen, Mano H & Cysne, Rubens P. (1995). Macroeconomia. São Paulo, Atlas,
Referências atualizadas e estatísticas mais recentes com recursos adicionais:
http://www.economianova.blogspot.com/
Podcasts: http://continentaleconomics.com/AudioPodcastsemPortugues.html

sábado, 14 de agosto de 2010

Inovação e Tecnologia

23 a 24/08
I Simpósio Intern. de Inovação Tecnológica - Google Agenda!
LOCAL:Campus de São Cristóvão
HORÁRIO:Manhã e tarde
Encontram-se abertas as inscrições para o I Simpósio Internacional de Inovação Tecnológica - TEC e a II Oficina de Propriedade Intelectual da UFS, que acontecem nos dias 23 e 24 de agosto deste ano. O evento tem como público-alvo professores, pesquisadores, alunos de pós-graduação, de graduação, dirigentes das Instituições de ensino superior e de pesquisa do Estado do Sergipe e de outro estados, além de empresários da região e tem como um de seus objetivos reunir pesquisadores de diversas áreas do conhecimento na discussão de temas relevantes em Ciência, Tecnologia e Inovação Tecnológica.

Para maiores informações acesse o site: http://www.cintec-ufs.net/simtec-opi ou contacte a nossa equipe através do telefone 2105 - 6865 ou pelo e-mail cintec.ufs@gmail.com 

Dívida pública e crescimento econômico

Fonte

Desenvolvimento econômico e preferência de tempo

“…. (T)he process of economic development is essentially determined by time preference… nature-given resources or technological know-how can only have an economic impact if discovered and utilized. To do his, though, there must be prior savings and investment. It is not the availability of resources and technical or scientific knowledge that imposes limits of economic advancement: rather, it is time preference that imposes limits on the exploitation of actually available resources as well as on the utilization of  existing knowledge (and also on scientific progress for that matter, insofar as research activities, too, must be supported by saved-up funds).” p 151
Hans-Hermann Hoppe, Theory of Employment, Money, Interest, and the Capitalist Process, in: Hans-Hermann Hoppe: The Economics and Ethics of Private Property. Studies in Political Economy and Philosophy. The Ludwig von Mises Institute: Auburn, Alabama 2006, pp. 139-174

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Como funciona a monetazição da dívida?

http://www.youtube.com/watch?v=89pOwgCZJ7I&feature=player_embedded

O economista

“O verdadeiro economista tem que possuir uma rara combinação de qualidades. Tem que ter algo de matemático, historiador, político e filósofo.
Tem que entender de símbolos, mas expressar com palavras. Tem que observar o particular através do geral e combinar o abstrato e o concreto em um mesmo pensamento.
Tem que estudar o presente à luz do passado para saber o que fazer no futuro. Nenhuma parte da natureza humana ou da sociedade pode ficar completamente fora de seu campo de atenção.
Tem que ser intencionado e objetivo simultaneamente; tão puro e incorruptível como um artista, mas, às vezes, tão pragmático como um político.”
J. M. Keynes

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Economia da Inovação

CONVITE  O CORECON/SE, através de seu presidente, Econ. José Carlos Oliveira de Sousa, tem a honra de convidar Vossa Senhoria para participar dos eventos comemorativos alusivos ao Dia do Economista, com a seguinte programação: Dias: 9 e 10/08/2010, das 8 às 12h00Curso: Economia da InovaçãoInstrutor: Prof. Laércio Matos (Assessor do ETENE/BNB)Local: Auditório do BANESEAv. Augusto Maynard, 321-São José - Aracaju/SE Dia: 12/08/2010, às 19h30Evento: Entrega da Medalha do Mérito Econômico às seguintespersonalidades:            Economista Antônio César de Santana             Economista Wellington de Santana            Empresário Noel BarbosaPalestra: "Inovação e Desenvolvimento Territorial"Palestrante: Prof. Dr. José Cassiolato (Prof. Dr. da UFRJ)Local: Auditório do BANESEAv. Augusto Maynard, 321-São José - Aracaju/SE Data: 13/08/2010, das 9 às 17h00Evento: Tenda EconômicaLocal: Praça General Valadão-Centro - Aracaju/SE

Os dez melhores estudos universitários em termos de salários

veja toda a lista

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

O que está errada com a macroeconomia?

Added 9/15:
Added 9/16:
Added 9/17:
Added 9/18:
Added 9/19:
Added 9/20
Added 9/21
Added 9/22
Also:
[This list is incomplete, so please add any I've missed in comments.]
Fonte: http://economistsview.typepad.com/economistsview/2009/09/whats-wrong-with-macroeconomics.html

Economia industrial não funciona

Para todos que querem saber mais sobre política industrial, se ou não o governo precisa se envolver com o desenvolvimento econômico, vale ler este artigo do The Economist:
Governments seem to have forgotten that picking industrial winners nearly always fails - Aug 5th 2010 

O modelo chinês

Participe na discussão

Use as férias - aprenda matemática online

exemplo como resolver equações
mais um exemplo
Mais lições

O 1. moto

O primeiro moto, patenteado em 1885 por Gottlieb Daimler