segunda-feira, 31 de maio de 2010

Oferta monetária M3 em colapso

Variação da massa monetária M3 1990 - 2010

















Variação da massa monetária M3 1928 - 1932   

domingo, 30 de maio de 2010

Prova II Macro III

A prova vai ter lugar na terça, 1. de Junho. O tema é "Depressões e Crises".

1. Explicar a origem e processo de uma "depressão deflacionária" (usando os modelos ISLM e DA/OA com suas modificações beseadas na equação de troca.
2. Modelar "hiperinflação"
3. Modelar "estagflação"
4. Usando a equação de troca (MV = QP) e suas modificações (MV/P = Q) para modelar
a) o lado monetário de depressões e crises
b) o lado real de depressões e crises
c) a interação entre o lado real e o lado monetária
5. Saber aplicar (além da equação de troca e suas modificações)
a) M = m x BM com m = 1/rn (mercado financeiro) e como a criação da moeda fiduciária aumenta a massa monetária sobre o nível da poupança (S+dM = I)
b) taxa nominal e taxa real de juros (i, r) e a importância do "zero bound"
c) armadilha de liquidez (usando o modelo ISLM)
d) a explicação e o remédio Keynesiano para depressões (desagregando os gastos em seus componentos monetarios e reais  (Qc x Pc = C)
e) as limitações da "receita Keynesiana" (exemplo Japão)
6. Ser capaz de usar
a) gráficos
b) fórmulas
c) explicações verbais curtas e precisas
7. Mostrar competência em aplicar as teorias para o mundo real

sábado, 29 de maio de 2010

Os melhores lugares para morar

Mercer City rankings (fonte) Quality of living ranking

Rank 2010CityCountryQol index 2010
1VIENNAAUSTRIA108.6
2ZURICHSWITZERLAND108
3GENEVASWITZERLAND107.9
4VANCOUVERCANADA107.4
4AUCKLANDNEW ZEALAND107.4
6DUSSELDORFGERMANY107.2
7FRANKFURTGERMANY107
7MUNICHGERMANY107
9BERNSWITZERLAND106.5
10SYDNEYAUSTRALIA106.3
11COPENHAGENDENMARK106.2
12WELLINGTONNEW ZEALAND105.9
13AMSTERDAMNETHERLANDS105.7
14OTTAWACANADA105.5
15BRUSSELSBELGIUM105.4
16TORONTOCANADA105.3
17BERLINGERMANY105
18MELBOURNEAUSTRALIA104.8
19LUXEMBOURGLUXEMBOURG104.6
20STOCKHOLMSWEDEN104.5

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Tarde demais?



May 27 (Bloomberg) -- Henrique Meirelles, Brazil’s longest serving head of the central bank, said he’s “confident” inflation will meet the nation’s target because the country has already started raising interest rates....
Policy makers last month raised the benchmark interest rate, after keeping it at a record low for nine months, amid forecasts that Latin America’s biggest economy will expand at the fastest pace in two decades this year. Analysts forecast that accelerating demand will drive the benchmark inflation rate above the government’s target this year and next...
Leia mais

A dívida pública dos Estados Unidos sobrepassa 13 trilhões de dólares

Observe em tempo real como a dívida pública dos Estados Unidos aumenta:
US Debt Clock

Oferta monetária

Taxas de crescimento da massa monetária M1, M2, M3 Estados Unidos 2003 - 2010
Fonte

terça-feira, 25 de maio de 2010

Macro II Estrutura de rendimentos das taxas de juros nos Estados Unidos

 BONDS
 YIELD  
2-Year 0.81  
10-Year
3.19  
30-Year
4.08  

Macro II: Resumo para prova 2 -A Macroeconomia das Expectativas

A Macroeconomia das Expectativas
Resumo para a Prova 2 da Aula do Professor Dr. Antony Mueller Macro II UFS para a quinta, 27 de Maio de 2010
1. A Curva de Phillips
a)      Original (empírica)
b)      Modificada (acelereacionista)
c)      espiral u ↓ → W↑→ π↑→ W → π
d)     Taxa natural de desemprego (rn)
e)      NAIRU, TDNAI – taxa natural de desemprego = a taxa de desemprego não aceleradora da inflação
f)       "Phillips loops": deslocamento de (µ + z)
2.      2. O "Efeito Fisher"
a)      Taxa de juros nominal e real (i, r)
b)      Inflação esperada (πe)
        ^    ^
π =  M – y
i = rn +gm
no médio (longo) prazo, a taxa de juros nominal (i) aumenta na mesma proporção da inflação (π)
3.      Modelagem no gráfico ISLM (veja os gráficos na apostila)
Um aumento do crescimento da moeda (Δgm) leva inicialmente a uma queda tanto da taxa nominal de juros quanto da taxa real de juros. Ao longo do tempo, contudo, a taxa real de juros (r) volta a seu valor inicial (ou natural rn), e a taxa nomina de juros (i) converge para um novo nível mais alto, igual ao aumento do crescimento da moeda (gm).
4.      3. Curva de Rendimentos
Rendimentos em relação com vencimentos: menos inclinada, mais a inflação esperada e vice versa
5.      4. Expectativa e Consumo
Efeito da riqueza (wealth effect)
Riqueza humana (renda)
Riqueza não humana (riqueza financeira e immobiliaria)
Atual e esperada, transitória e permanente
6.      5. Expectativa e Investimentos
Investimentos como uma função não só da taxa de juros (r), mas tambem do lucro atual (Пt), do lucro esperado em t (Пe), e do lucro do período passado
(Пt-1). Investimentos dependem do valor presente dos lucros esperados com
Пt = П (Yt/Kt)
O lucro por unidade de capital e a razão entre o produto e o capital movem-se praticamente juntos.
Igual ao consumo, a decisão toma em conta o valor atual esperada e se faz a avaliação se estes valores sejam transitórias ou permantes
7.      6. Expectativa e a Política Econômica
a)      Expectativa e gastos – os canais
b)      7. Gastos privados agregados
A = C + I
c)      Curva IS : Y = A (Y, T, r, Y’e, T’e, r’e) + G
d)     Curva LM: M/P = YL (i)
e)      Movimentos na curva versus deslocamentos da curva
8.      8. Tipos de Expectativas
"Expectativas" como reflexos (Keynes: “animal spirits”, reção "animalista” ou "mecánica")
Expectativas estáticas ou adaptativas (futuro igual ao passado)
Expectativas racionais ou anticipativas (cálculo baseado num modelo racional)

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Documentário econômico

Veja no youtube este documentário de uma hora sobre a economia da atualidade e nos Estados Unidos em particular:
Meltup (em inglès).

terça-feira, 18 de maio de 2010

Anúncios

Prova marcada para Macro II: Quinta, 27 de Maio
Prova marcada para Macro III: Terça, 1. de Junho
Apostila Macro II e
Apostila Macro III no blog
Para obter os recursos veja abaixo

domingo, 16 de maio de 2010

Macro II - Apostila para Prova 2

A Macroeconomia das Expectativas
Na segunda, 17 de Maio, vamos tratar Expectativas e e Política Econômica
Na quinta, 20 de Maio, não vai ter aula por causa de minha participação da seleção de candidatos para bolsas de doutorado em Brasilia.
Na seguinte segunda, 24 de Maio começamos com as preparações para a prova 2 na quinta, 27 de Maio.
Use a apostila para preparar perguntas nas próximas aulas.

sexta-feira, 14 de maio de 2010